Estudantes protestam contra a violência na Espanha

Milhares de estudantes fizeram umamanifestação nesta quinta-feira na Espanha em dia deparalisação das aulas em homenagem a um jovem morto há duassemanas em Madri, onde foram registrados distúrbios. O Sindicato dos Estudantes, que convocou o protesto "contraagressões facistas", informou que foram realizadas mais de 20marchas por conta do assassinato de Carlos Javier Palomino, de16 anos, morto em 11 de novembro durante uma manifestaçãoantifacista. O garoto, ao que parece, foi apunhalado por um militar àpaisana. A marcha na capital, da qual participaram várias centenasde jovens, partiu da praça de Legazpi, onde o jovem foiassassinado na estação local do metrô. Houve confusão entre manifestantes e a polícia, e não foipossível confirmar o número de feridos, mas estima-se que sejamtrês, entre eles dois policiais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.