ETA detonou explosivos em furgão, diz governo espanhol

Um furgão que explodiu dentro de umaplantação de oliveiras do sul da Espanha foi detonado pelogrupo separatista basco ETA, grupo que pretendia realizar maisatentados depois do ataque com carro-bomba da últimasexta-feira, afirmou na segunda-feira o governo espanhol. O furgão da marca Mercedes, que segundo a polícia haviasido roubado na França na sexta-feira por membros do ETA,explodiu no domingo à noite, deixando uma cratera na área deLes Coves de Vinroma, na Província de Castela e Leão. Um dia antes, policiais encarregados de realizar buscas porintegrantes do ETA envolvidos em atentados pararam o veículo,mas permitiram que continuasse viagem. Os proprietários dofurgão, sequestrados durante o roubo dele, foram libertadospelos guerrilheiros na segunda-feira, afirmou o Ministério doInterior. "Os primeiros indícios revelam que, em virtude da açãopolicial realizada no sábado, os supostos membros do ETA quelevaram o veículo da França até a Província de Casteladecidiram explodi-lo", disse o órgão em um comunicado. "O ETA vinha planejando utilizar explosivos para realizarataques em breve", acrescentou. Dois policiais ficaram levemente feridos no atentado comcarro-bomba ocorrido na sexta-feira, na cidade de Durango (PaísBasco), o primeiro ataque do tipo desde que o ETA suspendeu umcessar-fogo, em junho. O grupo, que conta com pouco apoio entre a população basca,matou mais de 800 pessoas nas quatro décadas da campanhaviolenta realizada em nome da independência do País Basco. (Por Jason Webb)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.