ETA explode sede do partido Socialista Basco

Atentado não deixa vítimas e ocorre uma semana antes de eleição para escolher Parlamento regional

Efe,

23 de fevereiro de 2009 | 06h22

A explosão de uma bomba reivindicada pela ETA, causou grandes danos à sede do Partido Socialista do País Basco (PSE), na cidade de Lazkao, na província de Guipúzcoa, na madrugada desta segunda-feira, 23, mas não matou ninguém, informou o departamento de Interior do Governo regional basco. Um anônimo, que disse falar em nome da organização terrorista ETA, ligou para as autoridades à 1h local (21h de sábado pelo horário de Brasília), avisando que a bomba explodiria uma hora depois. Pouco antes do aviso, uma patrulha da Polícia autônoma do País Basco (Ertzaintza) encontrara uma mochila suspeita em frente à sede do PSE, isolando a área. No próximo domingo o País Basco faz eleição para escolher seu Parlamento regional. Esta será a primeira vez em que nenhum partido da esquerda separatista basca, vinculada pela Justiça com a ETA, poderá concorrer após ter suas candidaturas canceladas.

Tudo o que sabemos sobre:
ETAEspanhaatentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.