ETA explode um carro-bomba em Vizcaya, no norte da Espanha

Sobe para 14 os ataques terroristas do grupo em 2008; não há vítimas, apenas danos materiais

Efe,

19 de maio de 2008 | 03h22

O grupo terrorista ETA explodiu no início da madrugada desta segunda-feira (hora local) um carro-bomba no bairro Las Arenas de Getxo, em Vizcaya (norte). Não há vítimas, apenas danos materiais nos imóveis próximos ao local, informaram à Agência Efe fontes do Governo basco. A explosão aconteceu à 0h50 (19h50 de Brasília deste domingo) depois que a região foi isolada pela Polícia autônoma, que tinha sido alertada sobre a colocação do carro-bomba por uma ligação telefônica em nome da ETA. O bairro Las Arenas, em Getxo (Vizcaya), é alvo habitual das bombas da ETA, que desde o ano 2000 colocou sete nesta área onde vivem vários empresários, políticos e profissionais liberais. O grupo rompeu em dezembro de 2006 uma trégua de nove meses com um atentado no estacionamento do aeroporto madrileno de Barajas, que provocou a morte dos equatorianos Juan Carlos Palate e Diego Armando Estácio. Com este atentado, já são 14 os ataques terroristas da ETA cometidos em 2008. O anterior foi há cinco dias contra um quartel da Polícia espanhola em um povoado de Álava (norte), quando um guarda civil morreu e outros quatro ficaram feridos. Nos 40 anos de atividade terrorista, que busca a independência do País Basco, a ETA matou mais de 800 pessoas.

Tudo o que sabemos sobre:
EspanhaETAataque terrorista

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.