Remy de la Mauviniere/Arquivo/AP
Remy de la Mauviniere/Arquivo/AP

Ex-premiê francês Villepin é detido em investigação de fraude

Juízes investigam uma suposta fraude financeira envolvendo uma rede de hotéis de luxo

Reuters

11 de setembro de 2012 | 10h46

PARIS - O ex-primeiro-ministro francês Dominique de Villepin foi detido nesta terça-feira, 11,  para ser interrogado por juízes que investigam uma suposta fraude financeira envolvendo uma rede de hotéis de luxo.

Villepin, que ocupou vários cargos no governo conservador de Jacques Chirac, inclusive o de premiê (2005-2007), foi questionado sobre suas ligações com um suspeito de fraude, segundo o porta-voz policial.

O político de 58 anos, ex-aspirante à Presidência, negou qualquer irregularidade quando o escândalo surgiu, em dezembro.

A Justiça investiga se um amigo e apoiador político de Villepin, Regis Bulot, desviou grandes quantias em dinheiro quando comandava a rede de hotéis de luxo Relais & Chateaux. Bulot deixou o cargo em 2006.

Tudo o que sabemos sobre:
FRANCAVILLEPINPRESO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.