Ex-premiê italiano Silvio Berlusconi apresenta novo partido

Político mostrou-se disposto a abordar a reforma da lei eleitoral para superar o atual sistema bipolar

Efe,

19 de novembro de 2007 | 20h38

O líder conservador italiano e ex-primeiro-ministro, Silvio Berlusconi, apresentou nesta segunda-feira, 19, seu novo partido, aberto ao diálogo com o resto de forças políticas, e se mostrou disposto a abordar a reforma da lei eleitoral para superar o atual sistema bipolar, que, na sua opinião, já não funciona. A nova aposta de Berlusconi nasce meses após que duas das grandes legendas da coalizão de centro-esquerda (no poder) se fundiram no Partido Democrático, de modo que o panorama político italiano mudará totalmente nos próximos meses. A nova força política, que ainda não tem nome, mas à qual se referiu como "Partido do Povo da Liberdade" ou "Partido da Liberdade", não nasce "contra alguém, mas tem as portas abertas a todos", insistiu Berlusconi em entrevista coletiva. Além disso, será na Itália o equivalente ao Partido Popular Europeu, do qual disse ser "a grande família" da liberdade e da democracia na Europa. Berlusconi disse que tinham sido recolhidas cerca de dez milhões de assinaturas na "maior mobilização nunca realizada na história da Itália republicana" que é "a energia sobre a qual a Itália pode contar para não se resignar a um futuro em declive e começar a via do desenvolvimento".

Tudo o que sabemos sobre:
Silvio BerlusconiItália

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.