Ex-presidente sérvio aperta mão de premiê de Kosovo

Por Zoran Radosavljevic

Reuters

07 de julho de 2012 | 15h19

DUBROVNIK, Croácia, 7 JUL - O ex-presidente sérvio Boris Tadic trocou neste sábado um aperto de mãos com o antigo inimigo, o primeiro-ministro Hashim Thaci, de Kosovo, pela primeira vez desde 2008, depois que um enviado norte-americano instou Belgrado a retomar o diálogo pragmático com sua antiga província.

A União Europeia fez da Sérvia um candidato oficial para integrar o bloco em março, mas o progresso nesta matéria depende de sua relação com Kosovo.

Autoridades de Belgrado até agora se mantiveram distantes de qualquer encontro que contasse com a presença de Kosovo por não reconhecerem a independência de Kosovo, declarada em 2008.

Tadic, que perdeu em maio o segundo turno presidencial para o nacionalista Tomislav Nikolic, fez uma visita surpresa à cidade de Dubrovnik, no Mar Adriático, no sábado para uma cúpula diplomática.

O seu Partido Democrático ainda está oficialmente no poder até que a coalizão de Nikolic com o Partido Socialista seja confirmada no Parlamento, provavelmente em meados de julho.

A mídia havia especulado que Tadic viera se encontrar com Thaci para o primeiro encontro cara a cara desde a independência de Kosovo. No fim, eles apenas apertaram as mãos e trocaram poucas palavras na cerimônia de encerramento, mas diplomatas viram nisso um pequeno sinal de progresso.

"Poderia realmente levar algum avanço futuro aos encontros da Sérvia e Kosovo", disse um diplomata da UE para a Reuters.

Mais conteúdo sobre:
SERVIAPREMIEKOSOVO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.