Explosão de carro-bomba fere 30 na Espanha

Organização basca ETA é apontada como possível autora do novo atentado

Efe, AP e Reuters

29 de julho de 2009 | 01h34

Pelo menos 30 pessoas ficaram levemente feridas hoje por causa de um atentado com um carro-bomba contra um quartel da Guarda Civil na cidade espanhola de Burgos, na região norte do país, informou a polícia local.

 

Além dos feridos, a explosão provocou grandes danos materiais no quartel policial atacado e nas construções vizinhas.

 

Fontes da investigação informaram que trabalham com a hipótese de que o atentado, cometido por volta das 3h30 locais (22h30 de terça-feira em Brasília), foi realizado com uma caminhonete roubada na França.

 

As primeiras suspeitas sobre a autoria do atentado recaem sobre a organização separatista basca ETA, cujo histórico de ações apontam a Guarda Civil espanhola como um dos alvos mais frequentes.

Tudo o que sabemos sobre:
EspanhaETAatentadocarro-bomba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.