Explosão de trem mata pelo menos dez pessoas na Itália

O grande número de feridos graves indica que o número de mortos ainda pode aumentar nas próximas horas

Efe,

30 de junho de 2009 | 00h57

Pelo menos dez pessoas morreram e outras 35 ficaram feridas, 20 delas gravemente, na explosão de vagões que transportavam gás em um trem perto da cidade italiana de Viareggio, informaram fontes do governo da província de Lucca.

 

A explosão ocorreu por volta das 23h50 locais (18h50 de Brasília) desta segunda-feira, logo depois de a composição passar pela estação ferroviária de Viareggio. Os motivos do acidente ainda estão sendo investigados.

 

A explosão gerou um efeito similar à detonação de uma bomba, já que há informações sobre a queda de diversos edifícios, enquanto outros pegaram fogo.

 

Os bombeiros que trabalham para apagar o incêndio provocado pela explosão ainda enfrentam o problema da existência de tanques carregados com milhares de litros de gás liquefeito no trem e que correm risco de explodir.

 

Os mortos e os feridos são civis que estavam em uma zona residencial localizada próxima à área do ocorrido, acrescentaram as fontes oficiais.

 

Unidades de emergência de toda a região estão reunidas em frente à Prefeitura de Viareggio para atender os casos mais leves. Os mais graves foram transferidos para o hospital Versilia, na mesma cidade.

 

Texto atualizado às 2h10

 
Tudo o que sabemos sobre:
Itáliatremexplosão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.