Explosão e tiroteio deixam quatro mortos no sul da Alemanha

Mulher invadiu hospital e abriu fogo; pouco depois, 2 corpos foram encontrados em prédio próximo

Efe,

19 de setembro de 2010 | 20h20

Policiais guardam o hospital St. Elisabethen; agressora foi morta

 

BERLIM- Um tiroteio em um hospital na cidade do sul da Alemanha de Loerrach, perto da Suíça, deixou ao menos dois mortos neste domingo, 19, e outras duas morreram em uma explosão em uma residência próxima ao local, informaram fontes policiais.

 

Segundo as investigações, uma mulher invadiu o hospital vindo de um prédio de apartamentos vizinho onde ocorreu a explosão, seguida de um incêndio. Ela estava com uma arma automática e abriu fogo sem mirar seu alvo, deixando um policial que estava no centro por motivos particulares gravemente ferido e ferindo mais três pacientes.

 

A polícia foi chamada pelo hospital e chegou cerca de dez minutos depois. A agressora, ainda não identificada, disparou contra os agentes, que responderam a agressão e a mataram.

 

Pouco depois, controlado o incêndio no edifício, a polícia encontrou no interior de um apartamento um cadáver de um homem de meia idade e um menino, de acordo com as primeiras investigações. Os policiais suspeitam de um drama familiar.

Tudo o que sabemos sobre:
explosãotiroteioLorrachAlemanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.