Explosão em mina da Ucrânia deixa 37 desaparecidos

Trinta e sete mineirosestavam desaparecidos após uma explosão em uma mina de carvãona região ucraniana de Donbass, no domingo, mas equipes deresgate desobstruindo o local ainda esperam resgatartrabalhadores com vida. Autoridades disseram que a explosão atingiu a mina decarvão Karl Marx -- no coração de um campo com longo registrode acidente fatais -- às 5 horas da manhã (23h de Brasília),cerca de 1 quilômetro abaixo da superfície. As atividades de mineração foram suspensas e os trabalhosde reconstrução estavam em andamento. Um ministro monitorando as operações disse que as equipesde resgate escavando o local ouviram vozes. Ainda há esperançasde que mineiros presos possam ser resgatados com vida. "No momento, a operação de resgate está funcionando, com oobjetivo de limpar a superfície, a entrada e a mina principal",disse o vice-primeiro-ministro Oleksander Turchynov. "Quando equipes de resgate desceram, vozes foram ouvidas acerca de 800 metros. Há esperanças de que as pessoas lá estejamvivas." Segundo a assessoria de imprensa de Turchynov, ele teriadito aos oficiais investigando o acidente que as equipes deresgate teriam "apenas algumas horas" antes que a área fosseinundada. Mais de 300 profissionais de resgate foram deslocados parao complexo em Yenakiyevo, a 40 quilômetros ao nordeste deDonestsk, para ajudar nas escavações. A mina está em operaçãohá 110 anos. (Texto de Ron Popeski)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.