Fábrica de munições é atingida em Donetsk antes de criação de zona de paz

A cidade ucraniana de Donetsk foi abalada neste sábado por explosões, enquanto forças do governo e separatistas pró-Rússia se preparam para criar uma zona intermediária para separar ambosos lados.

REUTERS

20 de setembro de 2014 | 11h28

Um memorando assinado no começo deste sábado pede a retirada de armas pesadas, incluindo artilharia, e de todos os combatentes estrangeiros da zona, que tem 30 quilômetros de extensão.

Um correspondente da Reuters em Donetsk, principal polo industrial do problemático leste da Ucrânia, afirmou que várias explosões foram ouvidas nesta manhã. Uma fábrica que produzia munições e explosivos industriais foi atingida, disseram autoridades municipais.

Explosões também foram ouvidas na direção do principal aeroporto internacional da região, que ainda está sob poder das forças do governo, apesar das tentativas dos rebeldes de tomar o controle do local.

(Por Anton Zverev)

Mais conteúdo sobre:
UCRANIAEXPLOSAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.