Força Aérea Britânica resgata 200 vítimas de enchentes

Chuvas inundam casas e destróem pontes no norte da Inglaterra; Gales e Escócia sofrem com tempestades

Efe e Associated Press,

20 Novembro 2009 | 08h18

Bombeiros resgatam moradores presos em casa pela chuva. Foto: Scott Heppel/AP

LONDRES - A Real Força Aérea Britânica (RAF) resgatou nesta sexta-feira, 20, cerca de 200 pessoas presas devido a enchentes em uma região turística no norte da Inglaterra. Elas foram levadas para abrigos públicos.

As cidades mais atingidas são Cockermouth e Keswick, no distrito dos lagos. Helicópteros estão sendo usados para retirar as vítimas do local. Cerca de 8 milhões de pessoas visitam a região todos os anos.

A Agência Ambiental Britânica disse nesta sexta-feira que centenas de propriedades na região da Cumbria foram inundadas. Há seis áreas afetadas por enchentes graves.

O nível das águas no centro de Cockermouth supera os 2,5 metros. Testemunhas dizem que a rua principal da cidade se converteu num rio. A força das águas destruiu algumas pontes.

A força das chuvas preocupa também autoridades escocesas. As cidades de Kelso e Coldstrem estão em alerta devido a alta do rio Tweed. No País de Gales, a chuva bloqueou estradas, linhas de trem e provocou cortes de luz.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.