Forças de segurança russas matam quatro guerrilheiros em Grozni

Polícia apreendeu numerosas armas e uma grande quantidade de munição

Efe,

15 de janeiro de 2008 | 04h52

As forças de segurança russas mataram nesta terça-feira, 15, quatro guerrilheiros islâmicos, entre eles uma mulher, em Grozni, capital da Chechênia, informou o ministro do Interior checheno, Alu Alkhanov. Um dos mortos foi identificado como Uvais Tachiev. Ele "liderava um grupo armado envolvido em assassinatos de policiais", disse Alkhanov em declarações à agência russa RIA Novosti. O grupo guerrilheiro foi detectado na noite de segunda-feira em uma casa do distrito Lenin, em Grozni. O setor foi cercado pelas forças policiais. "Dissemos a eles que se rendessem, mas responderam com tiros", disse o ministro. Ele acrescentou que no tiroteio ficou ferido um agente da polícia. Alkhanov acrescentou que na casa a polícia apreendeu numerosas armas e uma grande quantidade de munição.

Tudo o que sabemos sobre:
RússiaChechênia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.