Tyler Hicks/The New York Times
Tyler Hicks/The New York Times

Forças russas atacam Mykolaiv para obter controle da costa do Mar Negro na Ucrânia

Marinha ucraniana afundou o principal navio para evitar captura; domínio abre caminho para um ataque a Odessa, cidade onde fica um dos principais portos da região

Redação, O Estado de S.Paulo

04 de março de 2022 | 14h25

Tropas russas avançam na cidade portuária de Mykolaiv, um ponto-chave no que parece ser uma tentativa de assumir o controle da costa do Mar Negro da Ucrânia. O prefeito de Mykolaiv, Oleksandr Senkevych, disse em uma entrevista nesta quinta-feira, 3, que as forças russas que capturaram a cidade de Kherson, no sul, na quarta-feira, e estavam indo para noroeste em direção à sua cidade. A distância é de cerca de 58 quilômetros.

Aproximadamente 800 veículos russos, incluindo uma coluna de lançadores de foguetes, avançavam sobre Mykolaiv do norte, leste e sul. Senkevych disse que não houve bombardeios dentro da cidade, mas que as forças ucranianas entrincheiradas ao longo do perímetro da cidade foram disparadas por foguetes de longo alcance, forçando-os a recuar constantemente.

"A cidade está pronta para a guerra", disse o prefeito.

O principal navio da Marinha ucraniana, Hetman Sagaidachny, foi afundado em Mykolayiv para impedir que os russos a alcançassem, de acordo com o Centro Militar Ucraniano. A fragata passava por reparos no porto de Mykolaiv.

Segundo os planos, após a liberação dos territórios dos militares russos, os compartimentos do navio devem ser secos e os trabalhos de reparo continuarão.

A Rússia está tentando permitir que as forças separatistas que apoia na Crimeia, península do sul que a Rússia anexou em 2014, se conectem por terra com as forças que apoia no leste da Ucrânia, disse Orysia Lutsevych, chefe do grupo Fórum da Ucrânia em Chatham House, um instituto de política de Londres. 

Ela disse que as unidades invasoras da Rússia também estão atacando a cidade portuária de Mariupol. “Kherson e Mykolaiv se sentem pressionados desde a anexação da Crimeia em 2014 pela possibilidade da ponte terrestre”, afirma.

Mykolaiv, uma cidade etnicamente diversa de cerca de 475 mil habitantes, fica em um estuário ao largo do Mar Negro e tem raízes profundas na construção naval, embora recentemente também tenha se desenvolvido como um centro de indústria leve e agricultura.

Seus apelidos incluem a Cidade dos Construtores Navais e a Cidade das Ondas, e sua conexão com o Mar Negro é fundamental para sua identidade, de acordo com Rory Finnin, professor associado de Estudos Ucranianos da Universidade de Cambridge.

O controle de Mykolaiv permitiria à Rússia desembarcar tropas anfíbias para um avanço adicional para o oeste em direção a Odessa, um importante porto no Mar Negro.

O conselheiro presidencial ucraniano, Oleksiy Arestovich, disse que a artilharia ucraniana defendeu Odessa de repetidas tentativas de navios russos de atirar no porto do Mar Negro, disse Arestovic. Odessa é a maior cidade portuária da Ucrânia e abriga uma grande base naval.

"Mykolaiv é a chave no caminho para Odessa", disse Finnin. “A vida da Ucrânia no Mar Negro está sendo ameaçada no momento e Mykolaiv é uma peça do quebra-cabeça nisso.”

A geografia plana torna as abordagens da cidade difíceis de defender, disse Finnin. Senkevych tentou reunir a população da cidade, usando as mídias sociais para encorajar a resistência. / The New York Times e The Washington Post

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.