Arquivo/Reuters
Arquivo/Reuters

Foto de identidade de ex-nazista em julgamento foi removida, diz especialista

Defesa de John Demjanjuk alega que foto é falsa ; especialista diz que foto apenas deve ter caído do documento

Associated Press,

11 de junho de 2010 | 18h10

MUNIQUE- Um ex-especialista forense do serviço secreto americano testemunhou nesta quinta-feira, 10, que a foto em um documento de identidade nazista usada por promotores contra John Demjanjuk parece ter sido removida e depois recolocada. A defesa alega que a foto é falsa.

 

Demjanjuk, que fez 90 anos em abril, está sendo julgado por ter colaborado com mortes de judeus quando era guarda do campo de concentração nazista Sobibor, na Polônia. Ele afirma nunca ter estado no campo, e diz ser vítima de engano sobre sua identidade.

 

No entanto, a acusação argumentou que a identidade tem a foto de Demjanjuk e indica que ele foi um guarda em Sobibor. Larry Stewart, que analisou o documento e 21 outros documentos usados no caso pelo Departamento de Investigações Especiais dos EUA, disse que encontrou furos de grampo na fotografia, mas não na identidade.

 

Stwart disse à corte de Munique que a fotografia, agora colada no documento, antes estava em outro papel.

 

A defesa de Demjanjuk defende que a identidade, que antes estava em mãos russas, é falsa e foi feita pela KGB, e que os furos de grampo indicam que a foto foi retirada de outro documento para produzir uma farsa.

 

Stwart afirmou, no entanto, que provavelmente não foi isso que aconteceu, e disse que fotografias geralmente caem de documentos do tempo da guerra ao envelhecerem e são coladas em outros papéis em arquivos de guerra.

 

Segundo o especialista, o fato de não haver ferrugem em volta dos furos de grampo evidencia que eles foram feitos após a guerra, quando grampos de ferro não eram mais usados. "Não há indícios de que a identidade de Demjanjuk foi falsificada", declarou Stwart à corte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.