França buscará resolver crise de navios Mistral com a Rússia, diz Hollande

O presidente da França, François Hollande, disse neste domingo estar procurando um "caminho para sair da crise" com a Rússia após a suspensão da entrega dos navios porta-helicópteros Mistral comprados por Moscou. 

REUTERS

19 de abril de 2015 | 12h53

Falando ao canal de televisão Canal Plus, Hollande disse que iria discutir o contrato suspenso de 1,2 bilhão de euros com o presidente russo Vladimir Putin quando os dois líderes se encontrarem na Armênia na sexta.

"Isso ainda será assunto de discussões", disse o líder do Estado francês. "Estamos em processo de negociação. Precisamos achar um caminho para sair da crise".

A França suspendeu a entrega das embarcações militares no ano passado após o endurecimento das sanções contra a Rússia por seu papel na crise da Ucrânia.

(Reportagem de Elizabeth Pineau)

Tudo o que sabemos sobre:
FRANCARUSSIANAVIO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.