França convocará reunião do Conselho da ONU sobre a Síria

A França vai convocar uma reunião urgente do Conselho de Segurança da ONU para tentar superar o impasse diplomático a respeito da Síria e evitar mais derramamento de sangue no país, disse o chanceler Laurent Fabius na segunda-feira.

Reuters

30 de julho de 2012 | 10h54

As forças do presidente Bashar al-Assad atacaram no fim de semana a cidade de Aleppo, principal centro comercial da Síria, o que atraiu a condenação de autoridades ocidentais que acusam as autoridades sírias de terem perdido toda a sua legitimidade.

Chamando Assad de "carrasco", Fabius disse que o país se encaminha para um massacre, e pediu à ONU que faça de tudo para resolver a crise.

"Vamos convocar uma reunião do Conselho de Segurança, provavelmente em nível ministerial, antes do final da semana", afirmou ele à rádio RTL.

Até agora, China e Rússia vêm conseguindo usar seu poder de veto para blindar seu aliado Assad de qualquer resolução que abra caminho para a imposição de sanções ao governo sírio.

A França assumirá a presidência do Conselho de Segurança na quarta-feira e o presidente François Hollande tem dito que tentará convencer Rússia e China para apoiar sanções.

(Reportagem de Vicky Buffery)

Mais conteúdo sobre:
FRANCASIRIACONSELHO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.