França iniciou ataques aéreos contra Estado Islâmico no Iraque, diz governo

França iniciou ataques aéreos contra Estado Islâmico no Iraque, diz governo

Segundo gabinete de Hollande, o alvo foi um depósito logístico de terroristas

REUTERS

19 de setembro de 2014 | 07h51

A França disse nesta sexta-feira que seus caças lançaram ataques no Iraque pela primeira vez desde que prometeu unir-se aos Estados Unidos e outros países na ação militar contra os insurgentes do Estado islâmico, que assumiram o controle de uma ampla área no Iraque.

"Esta manhã, às 09:40 (3h40 no horário de Brasília), nossos jatos Rafale lançaram o primeiro ataque, contra um depósito logístico dos terroristas", disse o gabinete do presidente François Hollande, em um comunicado divulgado logo após os bombardeios.

O alvo, no nordeste do Iraque, foi totalmente destruída, afirma o comunicado, acrescentando que não haveria mais operações "nos próximos dias".

Hollande disse em entrevista coletiva na quinta-feira que os ataques aéreos franceses eram iminentes e ocorreriam depois que voos de reconhecimento tivessem identificado os alvos. Ele disse que a ação militar seria limitada ao Iraque, e não seriam enviadas tropas ao país.

A França havia anunciado sua intenção de fazer parte da coalizão militar, político e financeiro que está sendo criada pelos Estados Unidos para derrotar os militantes Estado Islâmico, que controlam partes do norte do Iraque e da Síria.

(Reportagem de Brian Love e Alexandria Sábio)

Mais conteúdo sobre:
FRANCAIRAQUEBOMBARDEIO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.