França não enviará mais tropas de combate ao Afeganistão

A França não enviará mais tropas de combate ao Afeganistão, mas poderá mandar mais treinadores e civis a fim de ajudar o país, disse nesta segunda-feira o presidente francês, Nicolas Sarkozy.

REUTERS

25 de janeiro de 2010 | 18h20

"Se existe a necessidade de mais gente para treinamento, para ajudar a polícia a assumir a engenharia civil, para ajudar a população, para ajudar o Afeganistão, por que não? Mas tropas de combate? Não", disse Sarkozy durante entrevista ao canal TF1.

Diplomatas disseram que o presidente norte-americano, Barack Obama, já havia pedido a Sarkozy que enviasse mais soldados para ajudar a combater o Taliban no Afeganistão.

(Reportagem de James Mackenzie e Crispian Balmer)

Tudo o que sabemos sobre:
FRANCAAFEGANISTAOTROPAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.