França pede que 80 mil fiquem em casa por nuvem de enxofre

Pelo menos oito pessoas foram hospitalizadas com intoxicação após incêndio em fábrica da substância

Associated Press e Efe,

21 de março de 2009 | 13h04

Autoridades da França alertaram cerca de 80 mil pessoas no norte do país para ficarem em casa e fechar portas e janelas por quase cinco horas neste sábado, 21, após uma grande nuvem de enxofre ter vazado de uma fábrica química.

 

Durante a madrugada, um incêndio atingiu a fábrica que converte enxofre líquido em sólido. Uma estrada principal perto do local foi fechada e estações de rádio enviavam mensagens instruindo os moradores a permanecerem dentro de casa. As autoridades de Lille disseram que oito pessoas foram tratados após inalarem o gás e duas pessoas permaneciam no hospital em observação.

 

A polícia e o Corpo de Bombeiros havia tranquilizado a população assegurando que o enxofre no céu não era tóxico nem trazia graves riscos graves à saúde, mas pode causar irritações.

Tudo o que sabemos sobre:
França

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.