França prende 'número 3' do ETA, diz ministro espanhol

Espanha intensifica esforços contra grupo separatista desde a suspensão de cessar-fogo, em junho

Itziar Reinlein, REUTERS

26 Julho 2007 | 10h56

A polícia da França prendeu o chefe de logística do grupo separatista basco ETA, informou nesta quinta-feira, 26, o ministro do Interior espanhol, Alfredo Perez Rubalcaba. Ele seria o número três no comando do grupo. Juan Cruz Maiza Artola, 56, e dois outros supostos membros do ETA foram detidos na cidade de Rodez. Rubalcaba descreveu a captura de Maiza Artola como "muito importante". "Todos podem entender que uma organização que perde seu chefe de logística sofre uma perda importante", disse Rubalcaba a jornalistas. A polícia da Espanha e os serviços de inteligência intensificaram seus esforços contra o ETA desde que o grupo suspendeu um cessar-fogo, no mês passado. Desde o começo de junho, mais de uma dezena de suspeitos de ter ligação com o grupo foram detidos na Espanha e até em países como México e Canadá. O ETA matou mais de 800 pessoas durante quatro décadas de luta por um Estado basco independente.

Mais conteúdo sobre:
Espanha ETA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.