França vai classificar carros poluidores e quer eliminar uso de diesel

A França quer eliminar gradualmente o uso de diesel no transporte privado de passageiros e vai colocar em prática um sistema para identificar os veículos mais poluentes, afirmou o primeiro-ministro, Manuel Valls, nesta sexta-feira.

REUTERS

28 de novembro de 2014 | 18h09

No ano que vem, o governo vai lançar um sistema de identificação que classificará os veículos pela quantidade de poluição que emitem, disse Valls em um discurso. Isso tornará possível às autoridades locais limitar o acesso de carros mais poluentes às cidades.

"Na França, favorecemos há muito tempo o motor a diesel. Foi um erro e vamos desfazer isso progressivamente, de forma inteligente e pragmática", disse Valls.

Cerca de 80 por cento dos motoristas franceses dirigem carros movidos a diesel.

O governo anunciou que vai elevar o chamado imposto especial sobre o consumo do diesel em 2 centavos de euro por litro, arrecadando para os cofres públicos 807 milhões de euros em 2015.

Valls também disse que o governo está trabalhando em planos para ampliar o número de beneficiários do subsídio para a conversão de motores antigos a diesel em áreas com projetos de combate à poluição.

A ministra da Energia, Ségolène Royal, anunciou no início deste ano que os motoristas que optarem pela compra de carros elétricos, e não a diesel, terão direito a um bônus de até 10 mil euros.

(Reportagem de Geert De Clercq)

Tudo o que sabemos sobre:
FRANCAAMBIENTEPOLUICAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.