Francês diz em vídeo ter sido sequestrado por grupo ligado ao Estado Islâmico na Argélia

Francês diz em vídeo ter sido sequestrado por grupo ligado ao Estado Islâmico na Argélia

No vídeo, o homem pede ao presidente francês François Hollande que não intervenha no Iraque

REUTERS

22 de setembro de 2014 | 16h35

Um francês supostamente sequestrado na Argélia no domingo apareceu em um vídeo nesta segunda-feira dizendo que foi sequestrado por um grupo ligado ao Estado Islâmico baseado na Argélia.

O homem, que dá o seu nome, idade e data de nascimento, disse que chegou à Argélia em 20 de setembro e foi apreendido em 21 de setembro.

"Estou nas mãos do Jund al-Khilifa, um grupo armado argelino. Este grupo armado está me pedindo para falar para você (presidente François Hollande) não intervir no Iraque. Eles estão me mantendo como refém e peço ao senhor presidente para fazer tudo para me tirar desta situação ruim. Obrigado."

Um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores francês não pôde confirmar imediatamente a autenticidade do vídeo.

(Reportagem de John Irish)

Mais conteúdo sobre:
FRANCASEQUESTROESTADOISLAMICO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.