General russo nega relatos de sua morte na Síria, dizem agências

Agências de notícias russas negaram informações de que um general russo havia sido morto no Síria e afirmaram que ele havia aparecido em pessoa, na quarta-feira, no Ministério da Defesa em Moscou.

Reuters

08 de agosto de 2012 | 08h28

O ministério disse que os relatos de que um general russo aconselhando o Exército sírio teria sido morto eram "uma mentira descarada".

A agência Itar-Tass disse que um oficial da reserva chamado Vladimir Kuzheyev havia se encontrado com jornalistas russos no ministério e, apesar de ele não ter falado se havia estado na Síria, declarou: "Eu quero confirmar que estou vivo e bem".

Tudo o que sabemos sobre:
RUSSIAGENERALMORTEMENTIRA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.