Gordon Brown testemunhará sobre Iraque antes de eleições

LONDRES, 22 de janeiro (Reuters - O primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, confirmou nesta sexta-feira que irá comparecer diante de uma comissão que investiga a participação da Grã-Bretanha na Guerra do Iraque antes das eleições deste ano.

REUTERS

22 de janeiro de 2010 | 13h14

A comissão, encabeçada pelo ex-funcionário público John Chilcot, disse que não chamaria Brown antes das eleições, programada para junho, para evitar que os depoimentos fossem contaminados pelas políticas partidárias.

Mas Brown escreveu para Chilcot no começo da semana dizendo estar preparado para testemunhar em qualquer momento.

Partidos de oposição desafiaram Brown a comparecer diante da comissão após dúvidas que foram levantadas sobre seu papel como ministro de Finanças na invasão de 2003 liderada pelos EUA.

Brown enfrenta críticas por decisões feitas sobre gastos em defesa, que teriam dificultado operações britânicas no Iraque e no Afeganistão.

Brown criou a comissão de investigação sobre a participação da Grã-Bretanha na Guerra do Iraque no ano passado, para tirar lições após a retirada das tropas britânicas do Iraque.

Alguns representantes do Partido Trabalhista estão preocupados com a investigação, que pode trazer à tona um assunto possivelmente decisivo nas eleições em que o Partido Conservador é favorito.

Tudo o que sabemos sobre:
GRABRETANHABROWNIRAQUE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.