Governo alemão pede que mídia entregue dados sobre paraísos fiscais

O Ministério de Finanças da Alemanha pediu neste sábado que a mídia alemã entregue informações sobre suspeitos de evasão fiscal às autoridades, depois de revelações de envolvimento alemão em estruturas fiscais externas.

Reuters

06 de abril de 2013 | 16h43

A revista Focus informou que tinha informações sobre 100.000 pessoas na Alemanha que teriam usado paraísos fiscais e 260 milhões de transações financeiras de e para essas zonas.

A mídia se recusou a entregar os dados.

"As autoridades fiscais e procuradores devem examinar quais conclusões e pistas podem ser extraídas das informações já publicadas", disse um porta-voz do Ministério das Finanças neste sábado, acrescentando que o ministério saudou os esforços de mídia para investigar a evasão fiscal, considerando estes um apoio de seus próprios esforços.

O ministro das Finanças, Wolfgang Schaeuble, disse que Berlim pretende pressionar por uma maior cooperação internacional na luta contra a evasão fiscal. O ministro da Economia Philipp Roesler também pediu que a imprensa dê os dados a autoridades.

(Por Andreas Rinke)

Tudo o que sabemos sobre:
ALEMANHAEVASAOFISCAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.