Governo da França se diz pronto a apoiar forças curdas contra islamistas no Iraque

Segundo gabinete de François Hollande, presidente da região curda concorda com cooperação

REUTERS

07 de agosto de 2014 | 14h24

A França disse nesta quinta-feira que está preparada para apoiar as forças da região autônoma curda do norte do Iraque e deter o avanço de militantes do Estado Islâmico, mas não deu detalhes sobre como isso seria concretizado.

O presidente francês, François Hollande, falou por telefone com Masoud Barzani, o presidente da região curda, e ambos concordaram com a cooperação, disse em comunicado o gabinete de Hollande.

"Eles enfatizaram sua vontade de cooperar para bloquear a ofensiva do Estado Islâmico no nordeste do Iraque", disse. "O chefe de Estado confirmou que a França está pronta para apoiar forças engajadas neste combate."

Autoridades turcas afirmaram na quinta-feira que milhares de iraquianos, a maioria da minoria étnica yazidis, fugiram para a fronteira turca devido ao avanço de combatentes do Estado Islâmico em áreas controladas por iraquianos curdos. (Reportagem de Michel Rose)

((Tradução Redação Rio de Janeiro; +55 21 2223-7148))REUTERS MPP

Tudo o que sabemos sobre:
FRANCAAPOIOCURDOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.