Grã-Bretanha confirma que gripe aviária em fazenda no norte da Inglaterra é do vírus H5N8

A Grã-Bretanha informou nesta terça-feira que exames confirmaram que um surto de gripe aviária registrado em uma fazenda de patos no norte da Inglaterra foi provocado pelo vírus H5N9, a mesma cepa que atingiu uma fazenda holandesa de frangos e uma fazenda de perus na Alemanha.

REUTERS

18 de novembro de 2014 | 14h14

O Departamento do Meio Ambiente, Alimentos e Assuntos Rurais (Defra, na sigla em inglês) disse que o sacrifício de 6.000 patos na fazenda em Yorkshire estava em andamento e que deve ser concluído ainda neta terça.

As autoridades médicas da Grã-Bretanha disseram que o risco à saúde pública é "muito baixo", segundo uma porta-voz do Defra. "A Agência de Padrões Alimentares disse que não há risco à segurança alimentar dos consumidores", afirmou.

Uma área de restrição de 10 quilômetros foi estabelecida no entorno da fazenda após a descoberta do surto.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse que outras populações de aves na Europa devem se infectadas pelo vírus e que é provável que ocorra casos em humanos.

(Reportagem de Costas Pitas)

Tudo o que sabemos sobre:
GRABRETANHAGRIPEAVIARIAH5N8*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.