Grã-Bretanha diz estar 'desapontada' com asilo do Equador a Assange

A Grã-Bretanha afirmou nesta quinta-feira estar desapontada com a decisão do Equador de oferecer asilo político para o fundador do site WikiLeaks, Julian Assange, que está abrigado na embaixada do país latino-americano em Londres há dois meses.

Reuters

16 de agosto de 2012 | 10h17

"Estamos desapontados com a declaração do ministro de Relações Exteriores do Equador, de que o país ofereceu asilo político a Julian Assange", afirmou o porta-voz do Departamento de Relações Exteriores britânico.

"Sob a legislação britânica, o senhor Assange exauriu todas as suas opções de apelação e as autoridades britânicas têm a obrigação de extraditá-lo para a Suécia. Nós devemos realizar esta obrigação", acrescentou o porta-voz.

Assange é solicitado pela Suécia para ser julgado por acusação de abuso sexual.

(Reportagem de Mohammed Abbas)

Tudo o que sabemos sobre:
GRABRETANHAASSANGEASILODESAPONTADA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.