Grã-Bretanha vai participar de ataques contra Estado Islâmico no Iraque, diz Cameron

A Grã-Bretanha deve se juntar agora aos ataques aéreos liderados pelos Estados Unidos contra militantes do Estado Islâmico no Iraque, e o Parlamento do país foi convocado para garantir a aprovação, disse o primeiro-ministro David Cameron na Organização das Nações Unidas (ONU) nesta quarta-feira.

REUTERS

24 de setembro de 2014 | 22h03

"É certo que a Grã-Bretanha deve agora entrar em uma nova fase de ação", afirmou Cameron aos 193 membros da Assembleia-Geral da ONU.

"Por isso, estou reconvocando o Parlamento britânico na sexta-feira para garantir a aprovação do Reino Unido na participação de ataques aéreos internacionais contra o Estado Islâmico no Iraque", completou ele.

(Reportagem de Michelle Nichols)

Mais conteúdo sobre:
GRABRETANHAIRAQUECAMERON*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.