Grécia deve alcançar metas ou arrisca perder resgate--ministro

A Grécia deve atingir as metas com as quais se comprometeu ou arrisca-se a perder sua próxima parcela da ajuda de parceiros, disse o novo ministro das Finanças, Yannis Stournaras, neste sábado, em seu primeiro discurso político desde que tomou posse.

Reuters

07 de julho de 2012 | 18h09

"A Grécia deve aplicar as medidas que já foram votadas como parte de seu orçamento para 2012, para que siga em direção às metas com que se compromeu e para evitar perder mais da sua credibilidade e arriscar a próxima parcela de auxílio", disse Stournaras ao parlamento antes do voto de confiança, no domingo.

Ele alertou que as negociações com os credores estrangeiros seriam "longas e árduas" e que o governo iria insistir no tempo adicional para realizar medidas de austeridade.

Stournaras disse que a Grécia enfrentou uma recessão mais profunda do que se esperava, que a impediria de alcançar suas metas, mas que a austeridade adicional apenas aprofundaria a recessão.

Ele também prometeu que o governo vai concluir as reformas exigidas sob o âmbito do resgate, acelerar privatizações e aumentar a competitividade para movimentar a economia atingida pela recessão.

(Por George Georgiopoulos)

Tudo o que sabemos sobre:
GRECIARESGATE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.