Grécia fecha acordo com UE-FMI sobre plano de austeridade-fontes

A Grécia ganhou a aprovação para seu plano de austeridade de cinco anos por parte da União Europeia e FMI na quinta-feira, após se comprometer a uma nova rodada de aumento de impostos e cortes de gastos, disseram fontes com conhecimento das negociações.

REUTERS

23 de junho de 2011 | 16h24

"Temos um acordo", disse uma das fontes.

Outra fonte próxima às negociações disse que alguns poucos detalhes técnicos seriam finalizados na sexta-feira.

O ministro das finanças grego, Evangelos Venizelos, anunciou na quinta-feira que o governo socialista da Grécia ia reduzir o teto para a contribuição de imposto de renda para 8.000 euros por ano, aumentaria os impostos sobre o combustível para aquecimento e imporia uma taxa única de "solidariedade" sobre a renda, entre 1 e 5 por cento.

(Reportagem de Ingrid Melander)

Tudo o que sabemos sobre:
GRECIARESGATE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.