Grécia precisa de 55 bi de euros em fundos oficiais--fonte da UE

A Grécia vai precisar de 55 bilhões de euros adicionais até 2014 como parte de um segundo pacote de resgate que está sendo discutido entre financiadores internacionais, disse uma alta fonte da União Europeia próxima às negociações na quinta-feira.

REUTERS

23 de junho de 2011 | 14h06

Isso é um pouco menos que os números mencionados por autoridades europeias nas últimas semanas.

O programa de três anos envolveria 115 bilhões de euros em novos empréstimos, além dos 57 bilhões de euros que ainda devem ser pagos sob o primeiro plano de resgate aprovado no ano passado, disse ele.

Empréstimos adicionais estão vinculados à aprovação de um plano de austeridade draconiano de cinco anos por parte das autoridades gregas na semana que vem para conquistar a liberação de 12 bilhões de dólares de ajuda da UE e do Fundo Monetário Internacional (FMI) e com isso evitar uma quebra em meados de julho.

Do total, a Grécia está comprometida em levantar 30 bilhões de euros em privatizações, e os bancos e as seguradoras do setor privado devem oferecer outros 30 bilhões de dólares numa rolagem voluntária de bônus.

"Nossa hipótese de trabalho é dividir o peso com dois terços oferecidos pela UE e um terço por financiamento do FMI", disse a fonte.

Tudo o que sabemos sobre:
GRECIANOVOEMPRESTIMO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.