Gregos vão às urnas para escolher novo Parlamento

Vinte e três partidos e formações políticas, que precisam de no mínimo 3% dos votos para ingressar no Parlamento grego de 300 cadeiras

EFE

04 de outubro de 2009 | 03h24

Um total de 9,8 milhões de eleitores gregos foram convocados hoje às urnas em um pleito legislativo adiantado que pode dar a vitória aos socialistas do Pasok, após quase seis anos de Governo conservador.

 

Os 20 mil colégios eleitorais em todo o país abriram às 7h local (1h de Brasília) e fecharão às 19h (13h de Brasília).

 

O voto é obrigatório para os cidadãos gregos a partir dos 18 anos que estejam registrados para votar nos municípios do Estado.

 

Cerca de 2,5% dos eleitores poderá exercer seu direito pela primeira vez desde as eleições ao Parlamento Europeu em junho passado.

 

Espera-se que os primeiros resultados oficiais sejam conhecidos por volta de meia-noite de hoje, quando o Ministério do Interior grego os tornar públicos.

 

Mas a primeira avaliação da votação se poderá ter graças às pesquisas de boca de urna, alguns minutos depois do fechamento dos colégios.

 

Vinte e três partidos e formações políticas, que precisam de no mínimo 3% dos votos para ingressar no Parlamento grego de 300 cadeiras.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.