Greve de controladores de voo leva Bélgica a fechar espaço aéreo

Uma greve de controladores de tráfego aéreo levou a Bélgica a suspender os voos em seu espaço aéreo nesta terça-feira, informou a empresa encarregada da segurança aérea no pais, a Belgocontrol.

REUTERS

28 de setembro de 2010 | 12h14

A Belgocontrol informou que os controladores interromperam o trabalho às 14h (9h em Brasília), mas não deu explicações sobre a paralisação.

Os funcionários anunciaram a greve na noite de segunda-feira, para um período de 24 horas. A Belgocontrol disse estar mantendo conversações com os envolvidos para tentar encerrar depressa o movimento.

Segundo um porta-voz do aeroporto de Bruxelas, cerca de 50 voos de partida e chegada já haviam sido cancelados por causa da paralisação. Em sua página na Internet, o aeroporto informou que o espaço aéreo ficaria fechado pelo menos até as 22h (17h em Brasília).

A mídia belga disse que a greve foi desencadeada pelo fato de alguns funcionários terem sido transferidos da cidade de Charleroi, no sul, para Bruxelas.

(Reportagem de Philip Blenkinsop)

Tudo o que sabemos sobre:
BELGICAGREVECONTROLADORES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.