Grupo de esquerda turco assume autoria por atentado à embaixada dos EUA

Um grupo de esquerda turco assumiu responsabilidade neste sábado pelo ataque suicida com bomba à embaixada dos Estados Unidos e acusou Washington de usar a Turquia como seu "escravo", segundo comunicado publicado na internet.

Reuters

02 de fevereiro de 2013 | 14h22

O DHKP-C disse que realizou o ataque na sexta-feira, no qual um homem-bomba detonou explosivos amarrados a seu corpo na embaixada de Ankara, matando a si mesmo e um segurança turco.

Num comunicado publicado no site "The People's Cry", o DHKP-C, que é listado como organização terrorista pelos Estados Unidos e pela Turquia, advertiu o primeiro-ministro turco Tayyip Erdogan que ele também era um alvo.

Segundo a rede de televisão estatal TRT, autoridades turcas detiveram três pessoas em Istambul e Ankara neste sábado, por relação com o ataque suicida da véspera.

(Por Seltem Iyigun e Nick Tattersall)

Tudo o que sabemos sobre:
TURQUIAATENTADOEUAAUTORIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.