Grupo protesta contra proibição de cogumelos na Holanda

Autor afirma que governo deveria dar informações sobre como utilizar o fungo ao invés de torná-lo ilegal

Reuters,

27 de outubro de 2007 | 16h29

Manifestantes se reuniram neste sábado, 27, na praça de Dam, no centro de Amsterdã, numa tentativa de impedir o governo holandês de proibir o uso de cogumelos alucinógenos.   Carregando faixas com as frases "Quando proibirão os pães?" e "Dono do próprio cérebro", mais de 100 pessoas, alguns utilizando chapéus lembrando o formato tradicional do cogumelo da espécie Amanita muscaria, protestaram a favor da legalização do fungo.   Após diversos incidentes envolvendo turistas em março, quando uma adolescente francesa cometeu suicídio após ingerir os cogumelos, o governo decidiu tornar o consumo ilegal.   Arno Adelaars, autor de um livro sobre os cogumelos, disse que a medida apenas marginalizaria os usuários e que, em vez disso, eram necessárias mais informações sobre como utilizar corretamente os cogumelos.   "Apenas os estrangeiros tem este problema, os holandeses não, porque possuem boas informações", acrescentou. "Amsterdã é como um local de peregrinação para jovens da Europa, eles vêm até aqui para se divertir de todas as maneiras."

Tudo o que sabemos sobre:
Holandacogumelo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.