Guarda costeira da Itália resgata 70 imigrantes afegãos e iraquianos de barco

Setenta imigrantes afegãos e iraquianos foram resgatados de um barco lotado na costa sudeste da Itália e levados para terra neste domingo, disse a guarda costeira italiana.

REUTERS

24 de maio de 2015 | 14h46

A Itália fechou uma missão naval especializada para resgatar

migrantes no Mediterrâneo no ano passado, mas continua arcando com os resgates enquanto a União Europeia e Estados membros conduzem conversações sobre a forma de lidar com o afluxo.

Dois cortadores da guarda costeira italiana levaram o grupo para o porto de Santa Maria di Leuca em Puglia. Havia duas mulheres e quatro menores a bordo, disse a guarda costeira disse em comunicado.

Refugiados em fuga da guerra e da perseguição e imigrantes econômicos da África e do Oriente Médio estão sendo despejados na Itália este ano.

A agência de refugiados das Nações Unidas disse que cerca de 35.500 migrantes chegaram à Itália por mar entre o início do ano e a primeira semana de maio.

(Por Isla Binnie)

Tudo o que sabemos sobre:
ITALIAIMIGRANTESRESGATADOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.