AP Photo/Francesco Malavolta
AP Photo/Francesco Malavolta

Guarda costeira italiana resgata cerca de 600 imigrantes

Dois navios mercantes e um da guarda costeira italiana resgataram neste sábado ao menos 600 migrantes que enviaram chamadas de emergência a partir de barcos de borracha situados perto da costa da Líbia.

REUTERS

14 de fevereiro de 2015 | 18h52

A operação de resgate é a segunda do tipo em dois dias e ocorre depois de na semana passada mais de 300 pessoas morrerem ao tentar atravessar o Mediterrâneo para a Europa.

A Guarda Costeira italiana em Roma disse que navios de resgate tinham encontrado seis barcos à deriva a cerca de 80 milhas ao largo da costa da Líbia, depois de receber pedidos de ajuda a partir de um telefone por satélite.

Uma melhoria no clima da última semana incentivou imigrantes a fazer a perigosa travessia do norte da África para a Europa, que resultou em 3.500 mortes no ano passado.

As mortes na semana passada reacenderam críticas à decisão da Itália de fechar a sua operação de busca e salvamento no ano passado.

A missão "Mare Nostrum" foi substituída por uma operação de controle de fronteiras da União Europeia denominada "Triton", que tem menos barcos e abrange uma área menor.

(Reportagem de Binnie Island)

Tudo o que sabemos sobre:
ITALIAIMIGRANTES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.