Herdeira da L'Oreal vende ilha nas Seicheles

A herdeira bilionária do império de produtos de beleza L'Oreal, Liliane Bettencourt, vendeu uma ilha nas Seicheles que está no centro de um caso de sonegação de impostos, informou o governo do arquipélago.

Reuters

01 de agosto de 2012 | 15h24

A mulher mais rica da França vendeu a ilha situada no Oceano Índico para uma companhia offshore afiliada da Fundação Salvem nossos Mares, um grupo ativista com sede na Suíça. O negócio foi fechado por 60 milhões de dólares, mais 10,5 milhões de dólares de impostos, informaram ministros.

Bettencourt, de 89 anos, comprou a ilha D'Arros em 1997. A propriedade passou a ser conhecida depois da publicação de reportagens na imprensa, em 2010, segundo as quais a ilha não havia sido declarada às autoridades francesas.

O ministro da Habitação de Seicheles, Christian Lionnet, disse em entrevista coletiva na terça-feira que depois das reportagens as autoridades ordenaram que Bettencourt pagasse 8 milhões de dólares porque ela não teria envolvido o governo de forma apropriada na compra.

Em 2011, as autoridades francesas determinaram que Bettencourt pagasse quase 108 milhões de euros (133 milhões de dólares) em impostos não pagos depois de descobrir contas não declaradas e que ela possuía uma ilha.

Um advogado da família de Bettencourt não quis fazer comentários sobre a venda ao ser contatado pela Reuters.

Com apenas 2 quilômetros de extensão, a ilha D'Arros deverá ser transformada em reserva ambiental pela fundação ambientalista.

"Estamos muito felizes porque os novos proprietários têm uma orientação pela conservação, têm uma história boa", disse o ministro do Meio Ambiente, Rolph Payet.

Um inquérito francês analisa as relações financeiras entre Bettencourt e o ex-presidente Nicolas Sarkozy, cuja residência foi vasculhada pela polícia este mês como parte da investigação.

Os investigadores tentar verificar se a campanha eleitoral de Sarkozy em 2007 foi financiada de forma ilegal.

(Reportagem de George Thande; texto de Leigh Thomas)

Tudo o que sabemos sobre:
FRANCABETTENCOURTSEICHELES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.