Remy de la Mauviniere/AP
Remy de la Mauviniere/AP

Hollande diz que crise de reféns mostra que intervenção no Mali é justificada

Extremistas islâmicos atacaram campo de extração de gás na Argélia e sequestraram dezenas de estrangeiros

Reuters

17 de janeiro de 2013 | 16h22

PARIS - A crise dos reféns na Argélia mostra que a intervenção francesa no Mali é justificada, disse o presidente François Hollande nesta quinta-feira, 17.

Hollande afirmou que os acontecimentos pareciam ter tomado um rumo "dramático" no campo de gás no deserto remoto, mas que não tinha informação suficiente para permitir uma avaliação correta da situação. "O que está acontecendo na Argélia fornece mais evidência de que minha decisão de intervir no Mali foi justificada", acrescentou.

Hollande fez os comentários no começo de um discurso a líderes empresariais.

Militantes islâmicos atacaram na madrugada de quarta-feira um campo de extração de gás na Argélia e disseram ter sequestrado dezenas de estrangeiros em retaliação à intervenção francesa no vizinho Mali.

Tudo o que sabemos sobre:
MaliArgéliaFrançaFrançois Hollande

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.