Homem morre na Grã-Bretanha após 35 pessoas serem achadas em contêiner

Um homem morreu depois que 35 pessoas, incluindo várias crianças, foram encontradas dentro de um contêiner sendodescarregado em uma doca no oeste da Inglaterra na manhã deste sábado, afirmou a polícia.

REUTERS

16 de agosto de 2014 | 11h49

Duas pessoas do grupo foram levadas ao hospital em estado grave, mas não corriam risco de morte, enquanto outros foram tratados por desidratação e hipotermia. Acredita-se que o grupo seja da Índia ou arredores.

O contêiner estava sendo descarregado em Essex. A embarcação que o trouxe veio de Zeebrugge, na Bélgica.

A polícia de Essex afirmou que o caso está sendo tratado como homicídio.

"Quando a balsa atracou, funcionários do porto ouviram gritos e batidas vindos de dentro do contêiner”, afirmou o superintendente Trevor Roe.

Um porta-voz do serviço de emergência acrescentou: “Foi uma cena muito difícil para as primeiras pessoas que chegaram lá”.

Os funcionários do porto estavam ocupados vistoriando outroscontêineres da balsa para verificar se havia mais pessoas.

Ainda não se sabe por quanto tempo o grupo de pessoas estava dentro do contêiner ou onde entraram nele.

O porto de Tilbury, no Rio Tâmisa, é um porto de grandes cargas e contêineres e não é usado como destino comum de imigrantes ilegais como outros mais ao sul, como Dover.

A polícia disse que autoridades imigratórias e da saúde estão ajudando na investigação.

(Por Stephen Addison)

Tudo o que sabemos sobre:
GRABRETANHAIMIGRANTESMORTE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.