Salvatore Laporta/AP
Salvatore Laporta/AP

Homem que atacou Berlusconi é transferido para hospital

Decisão judicial foi feita após ser constatada piora no estado psicológico de Massimo Tartaglia

Agência Estado,

19 de janeiro de 2010 | 16h22

O homem que atacou o primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, no mês passado foi transferido da prisão para a ala psiquiátrica de um hospital de Milão.

 

Segundo informações das agências de notícias Ansar e Apcom, Massimo Tartaglia foi transferido nesta terça-feira, 19, para o hospital San Carlo após uma ordem judicial, decidida depois que sua condição psicológica piorou.

 

Os advogados de Tartaglia não responderam os telefonemas e o hospital recusou-se a confirmar as informações, citando regras de privacidade.

 

O homem de 42 anos com histórico de problemas psicológicos está detido desde 13 de dezembro, quando jogou uma réplica em metal do Duomo de Milão contra o primeiro-ministro, quando ele cumprimentava partidários em Milão.

 

Berlusconi ficou hospitalizado por alguns dias com o nariz fraturado e dois dentes quebrados. O primeiro-ministro já se recuperou e voltou aos trabalhos.

Tudo o que sabemos sobre:
BerlusconiItáliaMassimo Tartaglia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.