Homem que diz ser da Al Qaeda faz 4 reféns na França

Um homem que afirma ser membro da Al Qaeda fez quatro pessoas reféns em um agência bancária na cidade francesa de Toulouse, no sudoeste do país, incluindo o gerente do banco, disseram autoridades da polícia nesta quarta-feira.

REUTERS

20 de junho de 2012 | 09h13

O homem fez os reféns em uma agência do banco francês CIC e disparou um tiro após uma tentativa frustrada de assalto à mão armada, afirmou à Reuters o membro do sindicato da polícia UNSA Cedric Delage. Outra fonte da polícia disse que havia quatro pessoas detidas.

Uma unidade antiterrorista da polícia estava a caminho da cena do crime e o local foi isolado, afirmou Delage. Ele não pôde confirmar a alegação do homem de que era membro do grupo militante Al Qaeda.

O Ministério do Interior da França não estava imediatamente disponível para comentar.

Em março, um homem inspirado pela Al Qaeda matou três soldados, um rabino e três crianças judias em Toulouse. O homem foi morto pela polícia após um cerco a casa dele.

(Reportagem de Guillaume Serries e Gerard Bon em Paris)

Mais conteúdo sobre:
FRANCAALQAEDAATUALIZA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.