Hospital dá alta a 5 dos feridos em ataque a creche na Bélgica

No ataque, cometido por um belga, morreram duas crianças de menos de 1 ano e funcionária da creche, de 54

EFE

24 de janeiro de 2009 | 13h11

Das 12 pessoas que ficaram feridas no ataque desta sexta-feira a uma creche de Dendermonde, no norte daBélgica, cinco - quatro crianças e um adulto - deixaram neste sábado, 24,  o hospital, informou o prefeito da localidade, Piet Buyse. Os outros feridos - seis crianças e outro adulto - permanecem internados e não correm risco de morte, embora um dos bebês esteja em terapia intensiva. No ataque, cometido por um jovem belga, morreram duas crianças de menos de 1 ano e uma funcionária da creche, de 54. O agressor invadiu o estabelecimento com o rosto pintado de branco e preto. Armado com um facão de 30 centímetros, ele se dirigiu à área reservada aos bebês e esfaqueou as crianças e adultos que encontrou. Depois, fugiu de bicicleta, sendo detido num supermercado próximo. A Promotoria acusa o jovem, que teve sua prisão preventiva decretada, de assassinato e tentativa de homicídio. Nos interrogatórios feitos pelas autoridades, o agressor se recusou a colaborar e a dar informações sobre o ocorrido. Hoje foi confirmado que o jovem não tem antecedentes criminais, não escapou de um centro psiquiátrico nem estava sob o efeito de drogas ou álcool na hora do ataque.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.