Identificado outro membro da ETA que participou de morte de policial

Até agora, forças de segurança detiveram apenas um dos cinco terroristas bascos

Efe

19 de março de 2010 | 14h43

PARIS - A Polícia da França identificou Arkaiz Aguirregabiria del Barrio como um dos membros do comando da ETA que participou do assassinato do policial francês Jean-Serge Nérin na terça-feira, disseram nesta sexta-feira, 19, fontes da investigação.

 

Por enquanto, as forças de segurança de elite só confirmaram seu nome e o do único detido por este crime, Joseba Fernández Aspurz, conhecido como El Guindi, como integrantes do comando terrorista. Aspurz permanece nas dependências da Subdireção Antiterrorista em Levallois-Perret, ao noroeste de Paris.

 

As autoridades francesas divulgaram um vídeo no qual se vê cinco deles em um supermercado da localidade onde aconteceu o fato, Dammery-les-Lys, ao sudeste de Paris.

 

Com a publicação dessas imagens se pretende obter informação dos membros do bando que roubaram vários veículos em um concessionário da citada localidade, antes de matar o policial francês. Trata-se de um apelo à população para que proporcione pistas que possam levar à detenção dos supostos terroristas.

 

Del Barrio é acusado na Espanha da colocação, no dia 23 de julho de 2005, de uma bomba que não chegou a explodir na porta da Casa do Povo (sede do PSOE) da localidade de Derio (Vizcaya).

Tudo o que sabemos sobre:
ETAEspanhaFrança

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.