Igreja é instituição que mais lutou contra pedofilia, diz Vaticano

Igreja é instituição que mais lutou contra pedofilia, diz Vaticano

Afirmação de secretário do Vaticano foi feita após carta na qual Ratzinger acoberta abusos de um padre ter sido divulgada

09 de abril de 2010 | 22h22

Efe

 

CONCEPCIÓN- O secretário de Estado do Vaticano, o cardeal Tarcisio Bertone, garantiu neta sexta-feira, 9, que a Igreja Católica "é a instituição que tem lutado com mais força" contra a pedofilia, apesar de ter abrigado vários casos de abusos sexuais a menores.

 

Veja também:

linkCarta mostra que Bento XVI resistiu a demitir padre pedófilo nos EUA

linkBento XVI pode receber vítimas de abusos, diz porta-voz

 

"A Igreja é a instituição que tem lutado com mais força contra este fenômeno, e esperamos que todas as outras instituições lutem com a mesma fortaleza e com a mesma consciência que a Igreja Católica", disse Bertone à imprensa na cidade de Concépcion, no Chile.

 

O cardeal, em visita ao país, viajou desde Punta Arenas a Concépcion, uma das localidades mais afetadas pelo terremoto de 27 de fevereiro, onde celebrou uma missa.

 

Documentos da Igreja Católica divulgados nesta sexta mostram que, antes de se tornar papa, o cardeal Joseph Ratzinger resistiu a afastar um padre da Califórnia que molestava crianças.

 

Uma carta de 1985, firmada por Ratzinger, cita preocupações sobre o efeito da remoção do padre para "o bem da igreja universal". A correspondência foi obtida com exclusividade pela Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.