Igreja na Rússia é roubada tijolo por tijolo

Moradores demoliram imóvel de 200 anos e venderam tijolos para empresário local por um rublo cada, diz padre

Agência Estado e Associated Press,

14 de novembro de 2008 | 15h50

Procurada: uma igreja russa desaparecida. Foi vista pela última vez em julho. Quem tiver informação, será bem recompensado. De acordo com as autoridades ortodoxas de uma região central da Rússia, uma igreja abandonada que voltaria a ser usada foi roubada. O padre Vitaly, da diocese de Ivanovo-Voskresenskaya, disse que o prédio de dois andares que abrigava a Igreja da Ressurreição, foi visto pela última vez, intacto, em julho.  Em algum momento, no inicio de outubro, moradores do vilarejo vizinho de Komarovo, demoliram o imóvel e, aparentemente, o venderam para um empresário local, a um rublo (cerca de quatro centavos de dólar) cada tijolo, disse o padre. "Claro que isso é uma blasfêmia", afirmou ele. "Essas pessoas precisam entender que cometeram um pecado grave". O padre disse que a polícia estava investigando o caso. Durante a era soviética, o imóvel de 200 anos, que já não guardava mais os seus ícones e outros objetos de valor, foi uma escola para crianças portadoras de deficiência, fechada em 1998, e depois transformado numa igreja. Vitaly disse que a diocese estava pensando em reabri-la Novamente. A igreja ortodoxa experimentou um grande ressurgimento na Rússia, e milhares de igrejas foram restauradas ou construídas. Nas regiões rurais, mais pobres, vândalos e ladrões costumam vender os ícones e outros objetos doados às igrejas para comprar bebida ou droga.

Tudo o que sabemos sobre:
Rússia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.