Imigração é necessária, mas deve ser controlada, diz Sarkozy

Presidente francês afirma que bloco europeu precisa potencializar agência da UE para controle de fronteiras

Efe,

03 de junho de 2008 | 11h11

O presidente francês, Nicolas Sarkozy, afirmou nesta terça-feira, 3, que um dos desafios atuais da União Européia (UE) é o de dar uma resposta à questão migratória, já que "a imigração é necessária, mas deve ser controlada". "Precisamos de um pacto europeu sobre a imigração e o asilo político que estabeleça alguns princípios comuns; dentre eles, a rejeição das regularizações em massa e a potencialização da Frontex" (agência do bloco europeu para o controle das fronteiras), disse Sarkozy em declarações ao jornal italiano La Repubblica. O presidente francês, que participa em Roma da cúpula sobre segurança alimentar da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO), lembrou que a Europa passa ainda pelos desafios de "reforçar sua política em matéria de segurança e defesa" e "dar respostas concretas às mudanças climáticas". Sarkozy ressaltou que "os europeus devem elaborar um acordo sobre as medidas concretas, que permitirá reduzir as emissões de gás de efeito estufa em 20% antes de 2020 sem prejudicar as indústrias em nível internacional". O governante mencionou também o projeto da União pelo Mediterrâneo, junto com Espanha e Itália, entre outros, e assinalou que espera "poder dar corpo" à proposta durante o mandato da França na Presidência rotativa na UE, com início para o dia 1º de julho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.